NOTÍCIAS

Um universo de acrobacias e risos

09/05/2018 11:06:36

Equilibrando-se em duas cordas e uma barra de ferro com cerca de dois metros acima do chão, Jean Matte, balança-se, rodopia o corpo, e se joga como se fosse cair, mas seus pés entrelaçados ao equipamento impedem que o garoto de 12 anos se solte. O trapézio é uma das atividades favoritas dos alunos que participam da Oficina de Circo oferecida pelo Verde Vida. As aulas acontecem duas vezes por semana, segundas e quartas-feiras, nos períodos matutino e vespertino. Professores no Programa há pouco mais de um ano, José Clóvis de Almeida e seu filho Tarciano Almeida, são os responsáveis por repassar todo ensinamento circense aos seus 90 alunos.

Com séculos de história, o circo é um espaço feito de cor, brilho nos olhos e gargalhadas. Para quem vive nesse universo diariamente, é difícil se imaginar de outra forma. O professor Clóvis, como é chamado pelos alunos, quem diga. Circense desde os 14 anos, seu amor pelo circo aumenta a cada dia. Hoje, aos 50 anos, faz do espetáculo sua maior paixão. Ao perguntar o que mais gosta de fazer no circo, ele diz sem delongas: “amo ser palhaço”. Para ele, ser palhaço é a atividade mais difícil de um circense. “É difícil porque a gente pode estar chorando pela alma, mas por fora temos de rir e fazer outras pessoas rirem”, comenta o professor.

Seu personagem principal se chama Carequinha, e ele confessa em meio a um largo sorriso: “eu sou um bom palhaço”. Mas não é apenas palhaçaria que o professor Clóvis sabe fazer. “Tudo que tem no circo eu sei”. Desde trapézio, até malabares, seu José domina todas as atividades circenses. Assim como ele, toda sua família faz parte desse cenário encantado. Primeira, segunda e terceira geração estão inseridas nessa realidade. Seu neto de sete anos já sabe fazer palhaçaria. A família possui o grupo circense chamado de Companhia de Circo Roially, e faz apresentações em diferentes espaços.

Na Oficina que acontece no Verde Vida, além de aprender um pouco mais sobre o circo, por meio de acrobacias e malabarismo, as crianças e adolescentes têm a oportunidade de estimular a criatividade, a concentração e o equilíbrio. Para Clóvis, a Oficina de Circo possibilita um aprendizado diferenciado e alegre para os alunos que frequentam o Verde Vida. “Se eles não estivessem aqui, poderiam estar na rua, correndo risco. O circo possibilita a eles uma outra realidade”, pontua.

Já Mapson Fagundes, também aluno na Oficina, enxerga as aulas de Circo com olhos de admiração e entusiasmo. “É a minha oficina favorita. Eles [os professores] ensinam bastante, são queridos com a gente. No que precisar eles ajudam”, conta a menino de 10 anos.

Para o Verde Vida, o objetivo da Oficina é oferecer algo a mais para a vida de dezenas de crianças e jovens que participam semanalmente. Não apenas diversão, mas a chance de reconhecer um futuro repleto de possibilidades. Além de Circo, o Programa oferece oficinas de Manicure, Violão, Artes, Informática, Teatro, Dança, Artesanato, Português, Violão, Percussão, Matemática, Violino, Desenho, Xadrez e Taekwondo. Hoje, as oficinas do Verde Vida atendem 112 alunos, de nove a 17 anos.

Texto Ana Paula Dornelles

Veja Fotos

Outras notícias

Anota aí! Verde Vida realiza Feijoada Beneficente

04/05/2018 09:47:44

O Verde Vida possui como principal objetivo a...

Verde Vida fará a gestão dos resíduos da Mercoagro 2018

12/04/2018 14:04:52

O Verde Vida foi contratado para a gestão dos resíduos...

Verde Vida nas escolas

09/04/2018 09:25:21

A colaboradora Silmari Pereira Vieira esteve...

Uma atitude sustentável

16/03/2018 08:36:01

Segundo estimativas do Programa das Nações Unidas...

Rua Marechal Floriano
Peixoto, 2151-L
Bairro Bom Pastor
89.806-018 - Chapecó/SC
Fone: (49) 3322 2776
Fax: (49) 3322 2587
Recursos Humanos:
recursoshumanos@verdevida.org.br
Secretária:
secretaria@verdevida.org.br

Coordenador Executivo:
obalen@verdevida.org.br
Psicóloga:
aline-ricardi@hotmail.com
Administrativo Setor social:
socioeducativoverdevida@gmail.com
Assistente social:
sara_piaia@unochapeco.edu.br